Namoro antigo

Ao Amor Antigo O amor antigo vive de si mesmo, não de cultivo alheio ou de presença. Nada exige nem pede. Nada espera, mas do destino vão nega a sentença. O amor antigo tem raízes fundas, feitas de sofrimento e de beleza. Por aquelas mergulha no infinito, e por estas suplanta a natureza. Se em toda parte o tempo desmorona Era um namoro antigo , aqui vir jantar, mas por falta de tempo ou por desleixo. Só agora foi possível desfrutar de uma grande refeição. Carne da melhor qualidade, serviço cuidado. Tudo do melhor. Único ponto negativo cover e pão. Mas sendo um restaurante de carne. Não podemos valorizar esse aspecto. Do melhor onde já comi. O pedido de namoro também era diferente. O escritor JB Costa, do blog GGN, narrou que os pedidos de namoro, ocorriam geralmente através de bilhetes, que acompanhavam ainda uma foto 3×4. Se a garota respondesse ao bilhete, e ainda enviasse uma foto dela de volta. Pronto! Namoro confirmado! Namoro antigo! Sabe como eram os namoros lá pelos anos cinquenta aqui no Brasil? Existiam coisas curiosas! Os rapazes e as moças conheciam-se através do seu círculos de amigos, na vizinhança, numa viagem de férias, na faculdade ou no círculo familiar, através dos amigos dos irmãos , e por ai vai.No interior geralmente se conheciam na ... Luciano revela namoro antigo com o São Paulo e exalta Diniz: 'Ser humano incrível' São Paulo, SP. 19-08-2020 15:25:45 4. Nesta quarta-feira, o São Paulo apresentou oficialmente o atacante Luciano, que chega ao time do Morumbi em uma troca junto ao Grêmio pelo meia Everton. Em sua primeira entrevista pelo clube, o reforço revelou que já ... namoro antigo O namoro é uma instituição de relacionamento interpessoal não moderna, que tem como função a concretização do sentimental e/ou ato sexual entre duas pessoas em troca de conhecimentos e uma vivência com um grau de comprometimento inferior à do matrimônio. Antigamente, namoro era no sofá da sala sob a supervisão dos pais. A moça tinha horário certo para voltar do baile, para onde só podia ir acompanhada do irmão mais velho. Em muitos casos ... Namoro atual As mentalidades e os próprios namoros mudaram muito em relação ao passado Era quase dominada pela tecnologia Namoro à moda antiga Receber um envelope com algo concreto dentro que podíamos pegar, manusear, guardar, ver... Enfim, a carta envolvia muitos sentidos e era Koch revela ‘namoro’ antigo com Leeds e explica porque escolheu a Premier League. Inglaterra 29-08-2020 23:43. Por Redação. Por Redação. Durante muito tempo na mira do Benfica, Robin Koch ... O namoro é um compromisso de amor, de troca de sentimentos, é aprender a dar e a receber, e é também aprender a ceder. É um estágio importante da vida sentimental. Namoro não é casamento, mas é o primeiro passo para se chegar lá! Não tenho vergonha de dizer que sou um namorado e um apaixonado à moda antiga.

Me sinto perdido

2020.09.15 03:43 brbr3542 Me sinto perdido

Olá, webamigos.
Tenho 23 anos, terminei um namoro de 5 anos já faz algumas semanas e parece que perdi o "feeling" para chamar mulheres para conversar...
Sei lá, não tenho paciência para ficar desenrolando conversa e nem sei mais também como chegar em mulheres. Dei match com várias no Tinder, mas até ficar conversando esperando algo me dá uma preguiça que desisto.
Pior que sinto muita falta do rale-rola, apesar de eu ter terminado há algumas semanas, faz uns 4 meses que não pratico coito 😔. Não sinto interesses por gp também.
Tenho algumas garotas no meu radar, que eram fertes antigos, mas não sei como chama-las para sair. Tipo, já dei indiretas para sairmos, ambas toparam, mas acho meio psycho falar "e ai bora sair amanhã?" kkkk
Como que eu dou indiretas de que quero ficar com elas?
Acho que perdi o tino kkkk
submitted by brbr3542 to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 22:51 bloomorte Mesmo gostando muito dela, eu terminei.

Já tem uns dois meses que tomei a decisão de terminar o meu namoro de dois anos. O relacionamento não era uma maravilha, como qualquer um tinha seus altos e baixos, mas ela é linda e assim como eu gosta muito de videogames, passávamos os fins de semana jogando até cansar. O meu maior problema com ela era ciúmes em excesso, da parte dela. Tenham em mente que eu não sou nenhum exemplo de homão da porra não...moro com a minha mãe e meu irmão, não tenho vontade de morar sozinho tão cedo e nem de me casar (o que era um outro problema a parte que tínhamos), portanto eu mesmo não estou isento de ser problemático.
Sobre o namoro, ela fazia eu me sentir um criminoso - mesmo sem nunca ter feito nada de errado. Eu nunca vi uma pessoa tão insegura. Eu não precisava fazer nada para ela acusar que eu tinha interesse em fulana ou ciclana. A exemplo, uma vez a gente saiu junto, apareceu uma menina na fila do bar, ela começou a chorar porque disse que eu tava "secando a menina" e me fez levar ela embora. Outro exemplo é que esse ano comecei em um novo emprego, saí mais tarde por alguns dias e ela logo veio me atacar dizendo que eu tava saindo com alguém do trabalho. Eu não podia interagir com ninguém em rede social, se a gente saía eu tinha medo de olhar pros lados e ter que ficar ouvindo groselha depois. Se eu desse motivos entenderia, mas nunca fiz nada.
Com base em tudo isso, tentei terminar várias vezes, sem êxito porque ela dizia que ia se matar, mandava mensagens de adeus e me deixava maluco com medo de acordar com notícia dela ter tentado alguma besteira. Isso aconteceu uma vez, embora não tenha dado em nada. Tentei falar com a família dela, mas a mãe dela só dizia pra eu não desistir e dizia não ter condições de pagar um psicólogo.
Foi passando o tempo e eu mesmo comecei a me ver infeliz e desgastado. Ela e minha mãe começaram a brigar, minha mãe queria uma coisa e ela outra, mas ninguém se importava com o que eu queria. Teve momentos de constrangimento na família. Eu não queria mais buscá-la nos finais de semana, só queria ficar em paz, sozinho, jogando meus videogames no sofá sem ter que compartilhar meu espaço com ninguém. Isso foi ficando cada vez mais intenso, e ela foi percebendo. Passei a ser mais duro com ela, fui acostumando ela aos poucos de que não tava dando certo, reduzindo a frequência que a gente se via.
Com a pandemia eu vi que seria cruel terminar e deixar ela cheia de merda na cabeça sem poder sair pra lugar algum, ela basicamente passava as semanas esperando pra me ver e poder jogar comigo, já que ela não tinha computador em casa e a família dela é um pouco pobre. Juntei umas peças que tinha de um PC antigo e consegui montar um pra ela jogar em casa. Ela pegou uma parcela do auxílio emergencial e comprou um teclado e mouse, chorou de emoção por estar conseguindo montar um cantinho pra ela. E com o sentimento de ter deixado ela preparada para lidar com o luto, terminei. Ela não ameaçou mais se matar, mas vejo que ainda sofre muito.
Eu sinto saudades as vezes, de muitas coisas. Do cheiro, dos abraços, das brincadeiras.
Mas considerando que eu não me sentia feliz e que eu não consigo me ver casando com ninguém (muito menos com alguém que faça eu me sentir "preso"), achei que a melhor decisão foi deixá-la livre para ser feliz com outra pessoa. Eu vou ficar sozinho e não pretendo me relacionar nunca mais.
Se leu até aqui, obrigado!
submitted by bloomorte to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 02:21 Enscie Ejaculação precoce e antidepressivo! Desabafo e opinião

Opa galera, beleza?
Então fim de semana passado, sai com uma menina, fomos pra casa dela, ela colocou muita pressão querendo meter de primeira e eu gosto das preliminares para relaxar... Além de ter sido muito chato, pois ela não me deixava tocar no corpo dela sem ouvir um "não toque" ou que eu estava com o álito do que acabamos de comer ou beber... Enfim, depois de não ter feito nada, pois ate ao tentar usar meus dedos para estimular ela ela perguntava "O que vc esta fazendo?", "Não quero sua mão ai, quero outra coisa"... Depois de ouvir isso desde que sentamos na cama, eu acabei por gozar.... Dois dias depois ela veio me rebaixar por mensagem e dizer que eu devia me envergonhar disso... Enfim, não liguei mas sei que é um problema que precisa de atenção...
No inicio do ano meu namoro acabou e emprego ao iniciar a pandemia, então isso me casou uma grande ansiedade, tanto que as vezes dependendo do que ouso ou se me apressa muito, acabo por sentir um mal estar, e suar frio, a respiração muda e tals... Antes não tinha isso, tinha ansiedade e gozava rápido pela ejaculação precoce, mas com o antidepressivo Paroxetina e minha namorada dando apoio eu fiz um tratamento por 3 messes e conseguia segurar entre 2 e 5 minutos de boa... Achando que estava curado desse problema, acabo por ver que gozei muito mais rápido que o normal, pois nem houve penetração e ainda tive que disfarçar o mal estar da ansiedade menos o suor que não deu... para a menina.
Agora gostaria iniciar um novo tratamento com o remédio, até tenho receita para uma caixa do remédio, mas queria um medico para pegar novas receitas e nem sei se o psicólogo do posto pode me dar esse remédio... Mas queria voltar ao meu tratamento antigo que seria um ano, e apoio da terapia para melhora permanente... Agora que estou solteiro queria ao menos poder ter sexo sem gozar logo e não sentir prazer na relação sexual, pois gozo mas nem sempre tenho o orgasmo... Pois gozo antes de ter o bendito kkk
Obs: Na época eu dormia pouco com o remédio, e tinha alguns sensações pelo corpo de cansaço, mas era bom com meu humor e parava completamente a ansiedade e tirava meus pensamentos tristes... E claro resolvia minha ejaculação regulando ela e me fazendo aprender a controlar...
Então tem os pros e contras... Alguém toma ou tomou esse remédio por mais tempo que 3 meses, para falar algo também?
O que vcs fariam?
submitted by Enscie to desabafos [link] [comments]


2020.08.31 05:18 _powerguido_ Senta que lá vem história

Ficamos juntos por 5 anos. E não foram 5 anos fáceis - minha ex namorada teve problemas que eu não sabia como ajudar. Ela era literalmente stalkeada por um ex colega de classe que simplesmente se apaixonou por ela e passou mais de dois anos perseguindo ela no trabalho, no mestrado, na academia. Chegou a conspirar com colegas da faculdade pra saber onde ela estava, quem eram as pessoas próximas dela. Tentou rapta-la, mais de uma vez. Subornou familiares para ficarem do lado dele. Pra ela, ele era só um cara que não sabia expressar os sentimentos bem. Se ele parou? Não. Mas reduziu a agressividade consideravelmente e hoje em dia se limita à "só" mandar um buquê de rosas no aniversário dela.
O cara já estava tão enraizado na vida dela antes de eu aparecer, que eu simplesmente não consegui convencer nem mesmo a minha ex de que ele era um cara realmente transtornado. O terror que era esse cara na vida dela só serviu pra agravar ainda mais o caso grave de ansiedade que ela tem. Vocês sabem o que é ver uma crise de ansiedade pela primeira vez, sem nem entender o que estava acontecendo? Mas uma crise grave mesmo, de fazer a pessoa chorar por duas horas sem parar, de ficar arranhando o corpo todo com as unhas e viver com hematomas nos membros do corpo por causa disso. E isso começou a ficar constante... uma hora eram uns arranhados no rosto, depois nas pernas. Até o dia em que eu fui ver ela e os dois antebraços estavam quase em carne viva.
E o pior, é que eu quase nem me lembro mais dessa época. Foi muito intenso e me afetou negativamente por muito tempo. Eu conseguia entender que um babaca machista se via no direito de perseguir uma mulher só porque ela não queria namorar com ele - mas meu deus do céu, eu com certeza não conseguia entender como ela mesma não via o quanto ela precisava de uma ajuda profissional por causa da influência negativa desse cara na vida dela (e por vários outros motivos que não valem nem a pena serem citados). Ela me usava como substituto pra tudo que ela não tinha na vida dela - um pai, um irmão, um psicólogo, um amigo. E eu me deixei levar, porque era ingênuo. Porque era meu primeiro namoro. Porque eu achava que eu podia consertar isso. "Depois das primeiras sessões no psicólogo ela vai perceber que esta fazendo bem pra ela", eu dizia pra mim mesmo. Passamos em tantos psicólogos, psiquiatras, gurus. Fizemos academia juntos, eu praticamente morava com ela e não ficava mais com minha família. Eu achava que eu podia dar um jeito na vida daquela menina.
E sinceramente? Eu podia mesmo. Eu não acho que falei alguma coisa errada pra ela em todo o tempo que estávamos juntos. Mas ela nunca me ouvia. E se ela ouvisse, talvez ela tivesse passado por essas situações com mais facilidade, nosso relacionamento teria tomado outros rumos e nós ainda estaríamos juntos. Mas não estamos, e quem está perdendo com isso é ela, porque ela não me superou com certeza. Ela mesma me fala isso.
Eu não acho que eu era um namorado incrível e maravilhoso. Eu nunca tive um carro pra conseguir dar um rolê com ela. Com meu dinheiro mal dava pra gente ir no cinema uma vez por mês. Mas cara, eu me esforçava tanto, tanto mesmo. Lembro que eu um dos dias dos namorados eu quase varei a noite fazendo uma carta à mão de umas 10 páginas, tinha vários desenhos coloridos, poemas apaixonados e promessas de amor. Ela achou ok. Gostou mais do bicho de pelúcia que eu também dei, que custou 10 reais e que claramente não tinha nenhum valor sentimental pra mim. É muito difícil lidar com um cara que persegue sua namorada, mas acho que é mais difícil quando sua própria namorada não dá valor pra como você expressa seu amor por ela.
Mas você leitor deve estar pensando "Mas você disse isso pra ela?" E a resposta é sim. Eu sempre fui sincero com ela, se algo me chateava, eu dizia. Nada do que eu estou escrevendo aqui é algum segredo pra ela. E eu achava que ela ia trabalhar essas informações pra criar um relacionamento mais confortável pra mim e pra ela. Mas ela escolheu ignorar.
Mas o motivo de eu estar escrevendo tudo isso mesmo na verdade é outro. A gente terminou, mas foi razoavelmente tranquilo e decidimos continuar nos falando. Nós dois somos adultos, não é porque discordamos de alguns pontos que precisamos deixar de apreciar a companhia um do outro pra todo o sempre.
E é aqui que sou obrigado a voltar pro começo do nosso namoro. Porque apesar de termos iniciado o namoro cada um com mais de 30 anos, perdemos a virgindade juntos. Crescemos sexualmente juntos. Aprendemos tanto juntos! Eu mais ainda, visto que era meu primeiro namoro. E eu reclamei muito aqui da minha ex (e ela realmente tem os defeitos muito marcantes dela), mas eu também preciso admitir que ela em muitos momentos foi tão minha parceira, minha confidente, minha amada. Eu passei calado por todas as situações que eu já descrevi aqui e muitas outras tão ruins quanto porque, no fundo mesmo, pra mim estava valendo a pena. A gente tinha intimidade, apesar da dificuldade extrema dela de se abrir pra mim. Eu estava sacrificando meu bem estar mental e físico para sustentar o nosso relacionamento.
Tanto que só perto do final do nosso relacionamento que ela assumiu pra mim a atração por outras mulheres. Eu entendo ela, tem gente que não reage bem à isso. Eu tenho certeza que a família dela não reagiria nada bem. Entendo que era um segredo que ela queria deixar só pra ela, e que mesmo com toda a intimidade sexual que a gente tinha, ela também tem o direito de manter coisas só pra ela. É justo.
Só que eu não fiquei com raiva, nem com medo de ela querer me trocar por uma mulher, nem tive essa ideia fetichizada de transar com duas mulheres ao mesmo tempo. Eu sou um cara hétero, mas eu acho o amor lésbico de uma sensibilidade e de uma beleza inexplicável. Eu sempre me sinto mais seguro perto de mulheres, sempre me conecto mais com elas. Desde pequeno eu gosto da presença feminina. Então a ideia de duas mulheres partilhando um relacionamento, parece uma coisa quase mágica pra mim. E de novo, não é nada sexual nem fetichizado, eu realmente só acho muito bonito mesmo. Então qual foi minha reação quando descobri que minha ex tinha vontade de viver isso que eu acho tão incrível? Incentivei ela à correr atrás disso.
Mas é claro que ela, criada numa família extremamente católica, iria simplesmente sair atrás de uma guria do dia pra noite. Foram meses de conversa, de aceitação da parte dela também, de entender que ela não era uma aberração da natureza porque sentia atração pelo mesmo sexo (e também pelo sexo oposto). Nossos últimos meses juntos foram repletos de muitas conversas relacionadas ao mundo LGBT+ e afins. Acho que nós dois também já sabíamos que as coisas não estavam mais super bem entre nós, e que era questão de tempo até a gente se separar. Nosso relacionamento estava bem desgastado mesmo. É estranho porque a gente consegue ser extremamente forte pra parceira quando ela precisa ir correndo pro hospital, ou tem uma crise de pânico, ou não se sente segura na rua e precisa que você pare o seu dia para fazer companhia à ela - mas parece perder a motivação quando essas situações se normalizam e você percebe que talvez aquela pessoa simplesmente não tem a proatividade de te mandar uma mensagem perguntando "como foi seu dia", e de alguma forma sempre está online no whatspp. Sim, nosso relacionamento acabou. E foi bom ter acabado. Eu precisava desse término, muito mais do que eu precisava de uma namorada.
Mas também é muito bom saber que aquela pessoa por quem você passou anos cultivando um sentimento também está vivendo a vida dela. É bom saber que dá pra gente marcar um dia pra devolver as roupas dela que ficaram aqui em casa, sem drama, sem dor de cabeça. Ela foi muito madura no término, eu também. De certa forma nosso namoro acabou, mas continuou como uma amizade - bem menos intensa, bem menos problemática, bem mais fácil de lidar. Mas também sem as partes boas, sem aquela sensação de que se está ajudando a pessoa. Mas é muito mais do que milhares de pessoas separadas têm hoje em dia. Não posso reclamar, eu tenho muita sorte.
Eu só queria mesmo poder partilhar com ela a experiência da descoberta homoafetiva dela. O que não vai acontecer, já que ela já deixou claro que não é obrigada a revelar nada da vida pessoal dela agora que nosso relacionamento terminou - e ela tem total razão nisso. Eu sei disso, eu concordo com isso, e ao mesmo tempo eu acho que ela está sendo tão injusta por me negar esse fato.
Eu sei que não justifica, mas eu me dediquei tanto ao nosso antigo relacionamento juntos. Tive que entender que eu não estava mais sozinho no mundo, eu tinha alguém pra dividir o mundo comigo. Eu tive que aprender a baixar minha guarda, contar o que me dava medo, me expor totalmente à alguém, me desconstruir inteiro. E isso é muito difícil pra mim. Eu sei que ela não me deve nada, e eu sei que eu sou um idiota por me apegar tanto à esse motivo tão besta. Mas isso é realmente importante pra mim. Tem uma coisa dentro de mim que é ansiosa em saber se minha ex está se sentindo acolhida por uma outra mulher, se teve uma boa primeira experiência. De novo, eu sei que soa muito trivial, mas é uma verdade tão grande dentro do meu coração que me faz querer chorar quando lembro que isso nunca vai acontecer.
E não tem nada que eu possa fazer a não ser aceitar. E é exatamente isso que eu venho tentado fazer, pelos últimos 6 meses.
submitted by _powerguido_ to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 21:34 Ultimecia- Desabafo sobre pensamentos ruins que me atormentam (+18)

Ola pessoal, depois de muito pensar, e me perguntar se deveria fazer esse texto, venho aqui pra desabafar um pouco, pois não tenho um ciclo social muito grande pra o qual eu poderia contar essas coisas, e as poucas pessoas que eu poderia contar, Não seriam diretas e sinceras. Como o texto também é bem constrangedor, acredito que um leve anonimato deve me ajudar a se expressar melhor.
Marquei o texto como +18 porque usarei palavras bem explícitas aqui para melhor entendimento, porém, ciente das diretrizes da comunidade, caso o texto seja ofensivo ou afete alguém menor de idade, gostaria que fosse removido o mais rápido possível, me desculpem se acabar sendo ofensivo ou algo do tipo, espero não ultrapassar nenhum limite aqui. Mas vamos lá.
A 3 anos atrás eu conheci uma garota do meu antigo emprego (tenho 23 anos, isso não fere meu anonimato). Essa garota era perfeita e muito fofinha, tinhamos a mesma idade e nos demos super bem, estávamos solteiros, e depois de 6 meses nos conhecendo começamos a namorar. Namoramos por uns 2 anos, e nesse tempo aproveitamos muito a companhia um do outro, foi tudo perfeito, sem brigas e sem desentendimento, até que começamos a nos conhecer de mais. Sempre fui um cara reservado, antes dela só namorei uma pessoa, por 3 anos, minha única experiência sexual foi com essa pessoa, e após o termino nunca me relacionei como mais ngm, porém, essa garota que conheci no meu trabalho (vou chama-la de Yomawa, nem sei o pq :v) ja havia tido muitos outros caras no passado. Conversando com ela, descobri que fui o primeiro namorado dela, porém, ela ja havia ficado e tido aventuras adultas com mais de 15 caras no total, alguns em festas, faculdade, e todo o resto, com alguns mais de 5 vezes, ja havia feito menage e outros desejos sexuais que realizou por curiosidade. Confesso que me surpreendi, uma garota tão fofinha e delicada ja ter passado por isso me abalou um pouco, e depois que eu fiquei sabendo dessas coisas, nosso namoro desandou. Comecei a criar uma espécie de paranóia na cabeça, de nunca ter dado um prazer tão bom pra ela em nossas relações na cama. Eu tinha alguns fetiches e curiosidades, e ela, ja havia realizado todos com os caras anteriores. Com o tempo essa paranóia de me sentir insuficiente foi tomando conta de mim, até que cometi o erro (ou não) de perguntar se eu ja havia sido o melhor com ela na cama. Ela disse que não, disse que avalia certos pontos nas relações, como preliminar, oral, beijo, penetração, vibe e etcs. E que desses pontos, eu tinha sido o melhor em preliminar e sexo oral, maaaaas, um dos piores em penetração, disse que ja tinha se relacionado com outros caras que proporcionaram um prazer enorme pra ela, e que achava difícil eu superar. Uma coisa que amo nela, é a sua sinceridade, eu odiaria sentir que estou sendo enganado, e a verdade apesar de doer, é o que eu prefiro. Desde então eu tenho me empenhado e dado o melhor de mim, para "ser o melhor" de cama. Eu nunca tive esse orgulho macho (como prefiro chamar) de querer ser o mais fodao em tudo e bla bla bla, mas isso tem me atormentado, e tem me impedido de ser feliz.
No começo ela acreditava que eu poderia ser o melhor na penetração e bla bla bla, mas agora ela pede pra eu não criar esperanças ahebhahehe que do jeito que estou (estou dando o maximo que consigo e fazendo treinos constrangedores de desempenho sexual no meu quarto) posso levar quase 1 ano pra conseguir ser o melhor do melhor. E isso tem me atormentado tanto que estou ficanso triste de vdd, me sinto insuficiente, quando estamos juntos e vejo ela gritar e gemer de prazer na cama, penso logo : - Se ela se contorce desse jeito comigo, imagina com o cara que já comeu ela melhor. Aaaaaaaaahh é horrível, me desculpem pela forma de falar "comeu" mas não consegui pensar em algo menos machista. Imagina você namorar uma garota que diz "meu namorado não foi o cara que me comei mais gostoso, desculpa, estou sendo sincera".
Ela diz que não liga pra isso, que o que sente comigo nunca sentiu com ngm, que nosso amor é pfto, que eu trato ela como uma Deusa e isso motivz muito ela todos os dias, ela chora só de pensar em me perder, e de vdd combinamos em tudo. Gostos, musicas, animes, séries, jogos, ela é perfeita, e eu sou o cara que nem consigo dar um prazer suficiente na cama, me sinto ridículo por isso, mas penso que quando começamos a tranzar, ela tem uma expectativa de ser bom e maravilhoso, e acaba não sendo, ela acaba esperando que seja bom como os outros caras, e acaba não sendo. Ja imaginou ela ter aquele prazer como referência sempre que pensar em sexo ? E não no meu ? Eu não consigo ser eu mesmo desde que isso aconteceu, e me sinto tão mal que penso em terminar. Estou mt agressivo com as palavras e muito decepcionado comigo, esse relacionamento está me deixando mal e me fazendo sentir a cada dia insuficiente, e ela não tem culpa, nunca seria capaz de culpa-la por falar a verdade, é a qualidade que mais amo, mas estou perdido. O relacionamento é mt mais que sexo galera, mas sinto que a cada segundo que passa, os caras anteriores estão ganhando de mim, sei la, é como se eu estivesse perdendo (???) Estou paranóico, queria desabafar, penso em ir em um psicólogo ou sexólogo, mas não sei mais o que fazer, de vdd.
Me desculpem se ficou mt grande este desabafo, ou se acaba ferindo alguma diretriz ou algum menor de idade, pfvr excluam se for o caso :(((
Ass : O cara que não foi o melhor da sua namorada
submitted by Ultimecia- to desabafos [link] [comments]


2020.08.25 16:56 rmscross História de vida adulta

Olá Luba, olá xovenx. Já tô chegando nos 30, a maioria das histórias é de mico na escola. Mas os micos não acabam por aí. É um dom pra vida toda. Como minha vida escolar inteira foi um mico, vou contar uma história de vida adulta, pra tentar variar kk.
Eu namoro há 3 anos e no ano passado meu namorado resolveu morar sozinho por motivos de força maior. Coincidentemente ele não tava mto bem financeiramente então alugou uma kitnet barata. Mas como a dona da casa tava passando dos limites, invadindo meu território e tentando pegar "minha posse" kkkk conversei com meu namorado e procuramos outro lugar. Além do mais adotamos um dog porte pequeno q ficou com f*cking 16kg, estava quebrando a kitnet.
Achamos uma casa de 2 quartos e quintal no antigo bairro dele, com um valor ótimo. Conversamos com o proprietário e ele combinou de assinar o contrato de aluguel no dia seguinte. Chegamos pra arrumar tudo já, ele assinou contrato e chegou a hora de entrar na casa. Quando simplesmente aparece um homem de idade avançada no muro da casa ao lado jogando pedaços de tijolo em nossa direção. Ele gritou com sua boca carente de dentes: "Não vai alugar nada! Esse lugar é meu pra eu abrir meu negócio!!" E depois falou para o proprietário "você é um vagabundo, se não fosse, tava trabalhando agora!!" Resumo: era o pai do proprietário que tinha problemas com alcoolismo e aquela parte era dele, porém ele havia cedido e não se lembrava. Chamaram a polícia, todos os vizinhos olhando pra nós. O proprietário pediu para sermos testemunhas. Meu namorado pegou o contrato, anulou, e saímos de fininho, um minuto antes da viatura chegar. Entramos em choque até chegarmos na minha casa. Quase entramos numa briga de família sem nem conhecer as pessoas. Hoje estamos morando juntos em outra casa e damos risada disso sempre!! Bjx mineiros!!
submitted by rmscross to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.12 05:25 player_br1 Um ano frustrante

Primeiro vou esclarecer umas coisas Eu to com sono então provavelmente só vou responder amanhã e erros d português é culpa do sono.
Vcs já devem ter lido vários posts assim, mais eu ja to a uns meses querendo falar disso. Esse ano tinha tudo para ser o melhor ou um dos melhores da minha vida, por ter entrado no ensino médio eu mudei de escola, e eu n podia pedir por uma sala melhor, tipo, eu realmente odiava a minha antiga sala, era um nível q tinha dias q eu n ia porque era perda de tempo, os professores n conseguiam dar aula, porém eu troquei d escola e o povo dessa escola é tudo q eu sempre quis, e p melhorar em uma sala d uns 25 alunos só 4 eram homem, então eu estava muito confiante que ia arrumar uma namorada, finalmente eu teria o meu primeiro namoro, só que tipo eu sou tímido p caramba, então nos 2 meses q eu tive de aula eu n fiz amizades "d vdd", as pessoas eram só colegas q eu talvez ja pudesse chamar de amigo. Então a quarentena começou Eu imaginei que ela iria durar pouco, então eu n me esforcei p continuar falando com os meus novos amigos (eu gosto d chamar eles assim), e quando as aulas online começaram, eu basicamente dormia a aula toda, então resumindo mt, eu n fiz amizades direito durante o primeiro semestre, algo que me fez mt mal, eu posso ter alguns amigos da antiga escola q eu realmente gosto, porém eles estão cansados, eles tiveram férias quando a quarentena começou, basicamente só isso aconteceu ate julho JULHO Eu dei sorte, tive férias o mês todo, durante esse mês ocorreram muitas coisas, primeiro, eu comecei a passar grandes períodos de tempo sem falar com nenhum amigo meu, como eu disse eles estão exaustos e tudo ta virandi briga, eu me apaixonei por uma menina da minha sala (pretendo falar com ela amanhã, nem sei como nem oq), me apaixonar eu nem sei como isso começou, ela é uma das pessoas q eu chamo d amigo da escola nova, durante as aulas antes da quarentena eu só a via como uma pessoa legal, principalmente pq eu achava ela feia, eu n sei oq mudou em mim, mais agr eu quero namorar com ela. Continuando julho, eu fiz aniversário, 16 anos, como eu n falo a data dele p meus amigos eu só recebi parabéns dos meus amigos mais antigos e da minha família, um tempo depois o amigo mais próximo do meu pai morreu atropelado, sendo bem sincero, isso não me afetou muito, porém eu nunca tinha visto o meu pai daquele jeito, até hoje eu to preocupado com ele, pq no final das contas o cara que morreu era um amigo da época da faculdade, mais p final do mês eu voltei a falar todo dia com os meus amigos da antiga escola, e para terminar o mês descobriram que a minha tia tem câncer de mama. Agosto O mês começou agr mais isso n importa As aulas online voltaram, eu to tendo prova todo dia e tendo a acordar cedo, com a volta as aulas eu interajo um pouco mais com a minha sala, mais n muito, eu fico com medo de falafazer bosta e afastar todos, e também a pessoa q eu me apaixonei deixa a câmera ligada durante a aula então o sentimento so fica maior. Esqueci de falar, porém antes de julho eu comecei a montar modelos d aviões e essas coisas, eu terminei um avião (IL2) e agr to montando um tanque (tiger 1), provavelmente essa foi uma das únicas coisas boas q sairam da quarentena, é bom fazer algo q n seja estudar, jogar videogame e assistir anime.
Bem se vc leu tudo parabéns vc tem mt paciência, mas obrigado por ler, eu to a uns 2 meses pensando em escrever isso e só hj tive vontade.
submitted by player_br1 to desabafos [link] [comments]


2020.08.09 20:55 SzandorDodurden Fiz merda?

Boa tarde Estou com uma questão em meu namoro,queria mais algumas opiniões externas a esse problema Antes,contexto. Estou namorando uma pessoa de outra cidade.Em específico da cidade vizinha,do outro lado da fronteira. Estamos nessa relação a alguns bons meses. Ontem,elu me chama para conversar sobre um rolê recente,me conta sobre como ela conseguiu ficar amiga devolta do ex namorado delu na festa,tudo lindo Mas,ao redor dos áudios,eu ao mesmo tempo ficava feliz por ela ter conseguido resolver aquelas questões com o Ex delu,porém,uma insegurança crescia junto daquilo É então,fui monstramente mirim e comentei com elu,q tinha ficado um pouco enciumado,mas feliz com ela resolvendo esses traumas Após essas mensagens,elu fechou o tempo,me ignorou o resto do dia,e hj resolveu q a gente ainda namora,e quis discutir esse rolê Conclusão Eu fui escrotx nisso?Tô honestamente tentando entender onde que eu errei com elu,se tive uma reação desequilibrada,se elu projetou alguma coisa dos relacionamentos abusivos antigos em mim,se eu tô sendo tóxico? Obrigado
submitted by SzandorDodurden to desabafos [link] [comments]


2020.08.05 17:58 robby_dsg Forjaram prints contra mim e eu sai como errado

Caros Luba, editores, gatas, falecidos papelões, turma e possível convidado, OI! Antes de mais nada se sinta a vontade para ler isso com a voz q preferir. Um pouco de contexto: desde sempre me mudo bastante de cidade/escola, mais de escola, e moro em uma cidade consideravelmente pequena. Minha mãe tem depressão e um período da minha infância ela passou internada, sempre protegi ela com unhas e dente msm ñ demostrando pra ela... enfim vcs vao entender.
Qnd eu entrei no ensino médio (integral) eu resolvi "remodular minha pessonalidade" por causa de timidez eu tinha perdido muita oportunidade e por ser uma escola nova tentei não ser a pessoa estranha/excluida. Deu certo... fiz amigos, juntei casais, só não me apaixonei pq eu n sou muito desses. Enfim em meu grupo de amigos tinha o casal que eu juntei que eram os meus melhores amigos, um garoto que eu gostava, e mais 3 pessoas. A garota(pode chamar de Carls) se mudou no meio do ano e o casal teve que terminar. Continuamos no falando e tals. Não muito tempo depois DESCOBRI que o cara do casal (vamos chamar de LG) tava namorando outra mina(vamos chamar de LS), no começo eu não sabia q o LG e a Carls tinham terminado, então quando eu vi a Raynara e o LG se pegando achei que a Calrs tinha levado chifre.
(Essa Raynara por coincidência estudou comigo no fundamental que fui um dos períodos que eu não tava bem por causa da minha mãe. Eu me apoiei muito nela na época e ela espalhou pra sala toda que minha mãe era loca.)
Depois da cena do chifre que não foi chifre(perguntei pra Carls se eles ainda tavam namorando e ela confirmou q não) qse um mês dps LG queria que eu ficasse amg da Raynara e que ela qria fazer as pazes. Eu disse que já conhecia ela e q não era o tipo de pessoa que eu qria perto de mim. Eu achava ela muito tóxica eu só não disse isso, também não quis falar com precisão o q ela fez pq isso afetaria o julgamento dos nossos amgs sobre ela. LG insistiu um tempo dps dai eu falei "Cara na boa vc se enfia onde quiser só não me pede pra ir junto.". Dps disso ele parou de falar cmg e com o tempo todos se afastaram de mim, perguntei para o garoto que eu gostava o q tinha acontecido e ele falou para eu parar de pagar de sonsa e que eu era muito rancorosa. Uma amg minha chegou em mim no mesmo dia e me explicou, disse que não achava justo eu ficar sem saber o porquê de todos se afastarem. LG tinha mostrado prints onde eu puxava briga e ameassava a Raynara, precinando ela a terminar o namoro. Fiquei P* da vida! Essa amg me mandou os prints e analisei junto com a carls que tbm tinha sido vitima de prints forjados. Os de carls ela falava que era a ex e que ele ainda voltaria pra ela e que raynara era só um tapa buraco. Eu não tenho mais os prints pq já faz uns 4 anos que isso aconteceu, mas basicamente eram chats de Messenger, sem data nem hr, o formato dos balãozinhos estava no formato antigo, meu jeito de escrever tava diferente, tava NÍTIDO que ano era eu e muito menos a Carls. Mostrei para todos e não acreditaram em mim, então eu montei um print de Whatsapp melhor e mais bem bolado que da Raynara e mostrei para o LG os dois prints e disse que eram falsos disse que que não faria ele escolher mas que ele não poderiaĺ continuar acreditando naquilo. Ele ficou quieto e eu eu dei um murro na carteira que fez a turma dele me taxar de louca pelo resto do ano. Mostrei para o garoto que eu gostava e ele disse pra eu deixar quieto pq ele conhecia bem o LG e que ele era escravoceta e gado desde o fundamental. Eu nao desisti. A garota era de outra escola e conseguia me infernizar msm longe. Na saida da escola naquele dia Raynara foi buscar o LG e eu, TROUXA, fui "tira satisfação" com ela, falou que eu tava imaginado coisa e que eu tava ficando louca igual minha mãe. Eu não me aguentei e "voei" em cima dela, infelizmente não acertei nem um tapa pq me seguraram. Cheguei em casa fumaçando e contei o basico pra minha mãe (que a mina tinha chamado ela de louca e que eu fui pra bater nela) minha mãe me chamou de idiota e falou não fazia diferença nenhuma na vida dela quem a chamava de louca, disse também que se eu apanhasse pq comprei briga eu apanharia quando chegasse em casa. Matei uns dois dias de aula sem minha mãe saber e quando chegay na escola falaram que eu tinha tentado bater na Raynara pq ela tava grávida e que o LG era meu crush. Achei um absurdo mas eu tava cansade de manter a pessoa extrovertida por tanto tempo. Parei de almoçar na escola, tentava ficar o max longe de onde tinha muita gente. E quando me alguém me perguntava se era verdade eu não fazia questão de confirmar ou negar nada. Depois de três meses todos descobriram que a Raynara não tava gravida por*a nenhuma e que ela chifrava o LG com o professor da escola dela. Eu não voltei a falar com ninguém daquele grupinho e aos poucos me juntei a um outro mas que hoje tbm não converso com ninguem de lá.
Se tu leu até aqui obrigada! Ficou longa mas é uma historia que tem me tirado o sono pq não sei se fui Babaca msm ou foi tudo manipulação da Raynara... Enfim Beijos!
submitted by robby_dsg to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.22 00:22 sonic_star_2 só queria amor verdadeiro bicho :c

sla, nos últimos dois dias eu tava raciocinando aq, refletindo sobre meus namoros e amizades, e sla cara, eu sinto q nunca fui amado de verdade mesmo por alguém, sla. Eu sempre gostei de algumas meninas, mas sempre era rejeitado, nunca dava em nada, e eu via elas gostando de outras pessoas e ficava sla tipo "Poxa, qq eu n tenho q eles tem? ;-;", mas eu nunca me preocupei muito com isso, só q de uns dias pra cá eu venho ficando meio triste por causa disso, ver os meus amigos com suas namoradas e ver q eles tão super felizes juntos, agora pouco mesmo eu vi o status no whatsapp da namorada de um amigo meu dela postando coisa dos dois, e tipo, os dois parecem se gostar muito, e isso é recorrente, não é só com eles, é com tipo, 80% dos meus colegas tlgd. Qnd eu vejo essas coisas eu fico ao mesmo tempo feliz e triste, feliz pq eu adoro amor, eu fico tranquilo e feliz por eles qnd eu vejo q as 2 pessoas se amam e combinam, eu fico feliz vendo meus amigos com as namoradas deles e vendo q a coisa tá fluindo bem, e tal (inclusive com casais de filme de romance eu sinto a msm coisa ;-; Sing Street é o apice até hj ;-;), só q ao msm tempo eu fico triste pq eu nunca achei uma "namorada como a deles", basicamente todos meus relacionamentos foram curtos e/ou uma bosta, só se salva no máximo uns 2, tanto por que não tinha química e tal entre a gnt, ou pq deu merda no namoro q tava indo tão bem (visto meus posts antigos), ou por que a garota não gostava realmente de mim. Sla, vendo tds meus amigos com as namoradas deles que realmente tem carinho por eles, são fofinhas, atenciosas, postam coisa sobre eles, e eu sempre senti falta disso nos meus relacionamentos... Eu só queria uma menina que quando eu tivesse triste chegasse e perguntasse se eu tava bem, uma garota que tem disposição, me chamasse pra fazer as coisas, tivesse o mesmo animo q eu tenho, pq sla, tds meus relacionamentos parece q eu tinha q conquistar a pessoa, inclusive qnd elas msm me pediam (q foram no máximo umas 2 vezes por sinal).
Eu só queria ter alguém que fosse carinhosa, que eu realmente gostasse, e que ela realmente gostasse de mim, que fizesse as mesmas coisas que as namoradas dos meus amigos fazem que eles se sentem especiais, pq eu sempre fui carinhoso com todas elas, mas o contrário eu nunca consegui experimentar, sla, nunca me senti amado de verdade com ngm. Meus pais falam q do jeito q eu sou bonito eu posso escolher qm eu quiser, mas eu sei q n é assim q funciona as coisas, pra mim é super difícil arranjar alguém... Inclusive uns 4 dias atrás eu conversei sobre me sentir meio estranho por esses dias, e ela falou q provavelmente é falta de alguém que gosta de mim, falta de uma namoradinha pra conversar e tal, lá no fundo até ela sabe vei q eu n consigo ngm ;-; e ninguém nunca gostou realmente de mim, tds estavam interessados em outras pessoas e tal, eu to chorando, desculpa, eu só queria alguém que me visse como especial, eu só queria completar a vida de alguém, igual os meus amigos, eu queria alguém que fizesse tanto por mim quanto eu faço pra ela, ou inclusive mais, sla, eu to falando com umas pessoas diferentes e tal, mas fica num chove-não-molha e sla, parece q se eu for ficar com alguma delas vai ser a msm coisa, Eu q vou ter q conquistar elas pra dps ficar nisso de sla, eu ter q agradar e dps de um tempo td acabar e ver q n era amor de verdade e tal. Só queria alguém q sla, n sou só eu que preciso ficar mandando coisa, inventando assunto, fazendo carinho, enquanto ela só recebe, eu queria uma namorada igual dos meus amigos, que é tão carinhosa quanto eles, e dá pra ver, eles n tem vergonha de andar de mão dada em público por exemplo, nem de assumir que se amam. A vontade que dá é de só desistir, apagar todos os meus contatos que eu to falando agora e só sumir, parar de tentar, meus amigos mais proximos pelo menos são quem deixa minha sanidade no chão, e enquanto eu tiver eles eu sei q eu vou ter um porto seguro, isso as vzs me leva a pensar q qnd eu to com eles eu não preciso de mais ninguém, eu me sinto completo com eles, eu sei que eles são meus amigos, mas sla, se eles fossem pessoas q eu gostasse, e compartilhassem do msm sentimento q o meu, e fossem garotas (pq eu sou hétero), seria a coisa mais perfeita do mundo. Por esses dias inclusive eu entrei no omegle de noite e uma garota gaúcha de 17 anos tava mt triste com o namorado dela pq ela desconfiava q tava sendo traida, e q ele tratava ela meio mal, até o ponto que ela me perguntou "Mano, me explica por favor, por que vocês, homens, não gostam de meninas chiclete? que perguntam como você tá, que pensam em ti toda hora e estão apaixonadas? meu namorado ameaça me deixar por isso", a única coisa que passou na minha cabeça na hora foi "COMO QUE UM FDP DESSES FAZ ISSO COM UMA MENINA SUPER GENTE FINA COMO ELA? KRL, TUDO ISSO Q ELA FALOU Q ELE ODIAVA É TUDO Q EU MAIS QUERIA, PQP". Aiai, vou pegar um lenço pra limpar minhas lágrimas ;-
submitted by sonic_star_2 to desabafos [link] [comments]


2020.07.20 00:59 astral1999 fui praticamente obrigado a me casar com 18 anos ( atenção pf)

eu namorava uma menina, e o pai dela é uma daquelas pessoas rígidas de costumes antigos, pedi para ele para namorar com a filha, e ele autorizou, depois de um ano mais ou menos tivemos nossa primeira relação sexual, e o pai dela ficou sabendo, então ele chegou a me ameaçar, e tambem falou que ou eu casava com ela ou ele levaria ela embora pra muito longe, de acordo com ele nós tinhamos que nos casar para a filha dele não ficar com o nome manchado, e eu entrei em um grande conflito com minha familia para casar, o que causou muito sofrimento pra mim, mas casei com 18 anos de idade, foi um dia muito triste e eu tive que fingir sorrir a noite toda, e hj em dia estamos a 3 anos juntos, com um casamento que é um namoro, pois nós ainda não moramos juntos nem trabalhamos, mas assim, as vezes, eu passo na praça da minha cidade, vejo pessoas da minha idade se divertindo, aproveitando a juventude, e sinto vontade de estar lá, as vezes sinto vontade de ter uma vida de solteiro, conhecer novas pessoas, novas experiencias, as vezes me sufoca sabe, mas não posso terminar isso, ela me ama tanto sabe, me ama muito, quer ficar cmg pra sempre, se eu terminasse nosso relacionamento, a vida dela viraria um inferno, mas como eu disse, as vezes eu sinto a necessidade de me sentir livre, a vontade, até mesmo curtir uma solidão. o que vcs acham da minha história?

edit: vcs acham que eu deveria tentar me adaptar e tentar viver uma vida feliz com ela, ou terminar tudo e aproveitar minha juventude?
submitted by astral1999 to desabafos [link] [comments]


2020.07.17 18:54 AnneSelinaTodd Aquele em que levei chifre porém...

Olá Lubinha, turma que está a ver e editores! Espero que esteja tudo bem com vocês. A minha historia se passa em 2018, eu estava no 9 ano estudando no Famigerado colégio de Freiras de PG, Medalha Milagrosa. Eu estava namorando com um menino, vamos chamar ele de JV(nota: sou bissexual, e isso vai fazer fazer sentido dps). Era meu primeiro namoro "oficial", e eu estava mto apaixonadinha, mas bem chateada, pois JV não queria oficializar nosso namoro para nossos amigos, e isso me fazia me sentir mto mal(Outra coisa é que agora vejo que eu era mais um tipo de prêmio pra ele). Nosso namoro não estava aquelas coisas, e eu estava dando tudo de mim, até um pouco minha sanidade, que também não era muita. As últimas semanas do nosso relacionamento estavam boas, até que antes de eu ir para a aula, o JV disse que tinha algo para contar para mim, mas eu não consegui carregar mais as mensagens pois a van que eu ia para a escola ja estava longe da minha casa, e já durante a aula, quando um amigo emprestou créditos, ele havia dito que: estava namorando minha amiga(chamemos ela de K) ENQUANTO ESTAVA ME NAMORANDO. Eu fiquei sem reação. Eu fui para o grupo onde tinha ele, e essa minha amiga, e mais outros amigos onde eles estavam revelando o namoro. Estava travada, tudo que eu consegui sentir era um embrulho gigantesco vindo, então sai correndo pro banheiro pra vomitar e chorar( eu sou muito fraca fisicamente e psicologicamente, e nessa época estava passando por uma fodida depressão, entt já viu). Eu não era o tipo de garota que tirava satisfação, então simplesmente fiquei """aproveitando""" minha dor de chifre. Um mês se passou, e a K me mandou mensagem, perguntando porque eu estava tão distante, se ela tinha feito algo(nota2: eu só bloqueei o menino, o resto do povo não), eu ja mais forte, tomei coragem e fui tirar satisfação com ela, fiz um textão educado, porém sério sobre aquele merda. Ela ficou chocada e muito puta da vida(ela é bem explosiva) ela detonou o garoto, ficou do meu lado e obviamente terminou com ele. Ela e eu cada vez mais nos tornamos mais amigas que antes, e atualmente, estamos namorando e sempre assistimos o seu canal💓. A "teoria" da K é que desde o início da nossa amizade, de todos no geral, ele sempre tentava pagar de bom moço, mas na verdade era um cara abusivo e tóxico, principalmente comigo e com ela, mas com as outras garotas do grupo também. Antes de namorarmos ele, quando só eramos um grupo saudável de amigos ele se vitimizava sobre o ocorrido em que ele foi chifrado por outra garota do grupo, que já nem fazia mais parte do mesmo. Fazia o típico cara amoroso e gentil, o famigerado "sonho de toda garota" mas era só uma máscara de alguem hipócrita e vazio. Ps: Eu encurtei bastante o que houve se não ficaria gigantesco a história, e infelizmente eu não tenho mais prints pq meu celular e chip antigo foram pro brejo Pss: O garoto fica ainda tentando me mandar msg no face e fica me mandando solicitação de amizade, com o rabinho entre as pernas.
submitted by AnneSelinaTodd to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.16 16:22 fobygrassman ENCONTRE MULHERES CASADAS PORÉM CARENTES em menos de 2 horas e desfrute de um caso esta noite e curta um caso agora!

5 Maiores Razões Mulheres Casadas Traem & Como Conhecê-las De uma dona de casa traidora real
Como uma mulher casada há mais de 7 anos e que “pulou a cerca” várias vezes, fui convidada a escrever este artigo e fornecer algumas idéias para vocês, curiosos sobre o que faz com que uma mulher casada traia e como vocês podem seduzi-las.
As mulheres casadas traem por muitas das mesmas razões que os homens casados traem; Elas são felizes em certas partes do casamento e muito infelizes em outras.
Maiores Razões Mulheres Casadas Traem: 1. Seu marido não a faz mais se sentir sexy / desejável. Depois do meu terceiro ano de casamento, encontrei meu marido e eu “familiarizados de mais” um com o outro. Eu percebia que ele não olhava para mim da mesma forma que ele costumava, com luxúria e desejo, apesar de estar muito mais em forma agora que quando nos casamos.E me vi procurando homens que me olhassem como meu marido quando nos conhecemos.
  1. Quer explorar desejos sexuais (kinks) aos quais ela era imatura demais ou desconhecia em sua juventude. Casei aos 25 anos e, para ser sincera, eu era relativamente inexperiente sexualmente. Eu tive alguns relacionamentos de longo prazo antes do meu marido, mas éramos jovens e o sexy era baunilha, e eu era jovem demais para realmente saber que tipo de “kinks” eu gostava naquela idade. Agora estou casada há 6 anos e o pensamento de fazer meu marido explorar essas fantasias sexuais parece impossível.
  2. Seu marido a vê como uma cuidadora e não um ser sexual. Depois do meu primeiro filho, notei uma queda imediata no sexo e na intimidade, mas isso é de se esperar. No entanto, faz três anos desde então e a intimidade nunca se recuperou. Ele vê eu como uma cuidadora e uma mãe em vez de um ser sexual agora, e é sua perda. Até perdi o peso da gravidez o mais rápido possível e voltei imediatamente à academia, na esperança de que ele aumentasse a vida sexual novamente.
  3. Seu marido a vê como uma cuidadora e não um ser sexual. Nas raras ocasiões em que meu marido inicia a intimidade, geralemnte é apressado e unilateral, e geralmente sem preliminares; tenho certeza que é bom para ele, mas não me satisfaz. Isso me faz sentir como uma “ferramenta” para ele ter orgasmo e tenho certeza que ele percebe que não estou entusiasmada.
  4. Sem paixão, sem excitação, sem emoção. Quando a gente fica íntimo, é sempre em casa, na cama e provavelmente planejado. Quero experimentar lugares novos e emocionantes, ao ar livre, etc. Quero um homem que rasgue minhas roupas no segundo em que chegarmos ao quarto do hotel.
Como atraí-las: 1. Lembre-se de que as mulheres casadas que procuram casos online começam aos poucos e ficam nervosas, excitadas e inseguras. Portanto, comece devagar e deixe-as saber que você pode se relacionar.
  1. Faça-a sentir-se desejável, porque o marido não faz. Comece com um elogio sobre uma de suas fotos ou seu perfil.
  2. Após a apresentação, pergunte a ela o que ela está procurando “idealmente” ou qual é o seu “cenário perfeito”?
  3. Após a apresentação, pergunte a ela o que ela está procurando “idealmente” ou qual é o seu “cenário perfeito”?
  4. Planeje algo emocionante com ela para que ela se comprometa com a reunião. Não precisa ser grande, mas talvez uma nova cafeteria popular ou uma livraria. O fato de você se reunir em segredo é suficiente para tornar a reunião tentadora.
Sites de namoro de casados ​​como Ashley Madison oferecem aos usuários um lugar seguro e discreto para interagir com pessoas com a mesma ideia em um ambiente livre de julgamento. Sites como Ashley Madison tiraram a maior parte do risco e suposições do flerte de casados e provaram ser uma alternativa mais segura aos antigos casos no trabalho.
submitted by fobygrassman to mulheres_casadas [link] [comments]


2020.07.15 06:23 DepressiveType Minha Vida Sem League Of Legends.

Há um tempo atrás eu postei aqui nesse sub que eu tinha desinstalado o jogo e agora quero falar os benefícios que isso me causou, já que li que muitos estavam querendo sair dessa vida também.
Em primeiro lugar me sobrou bastante tempo, tempo pra praticar meu hobby, tempo para estudar e ler, tempo para jogar outros jogos. Eu baixei novamente Team Fortress 2 e sou jogador desde 2014 mesmo o jogo tendo seus problemas, eu me divirto realmente mesmo perdendo, mesmo sendo antigo me arranca boas gargalhadas.
Não presencio mais amigos brigando, se matando por causa do jogo, preservei minha amizade em relação a eles, já que o jogo desgasta, podem até falar que não mas sim, o jogo desgasta amizades, namoro (eu não recomendo ninguém a jogar isso em casal); pelo simples motivo que a toxicidade do jogo se espalha de uma maneira agressiva e colossal pra outras áreas em que pessoas estejam jogando juntas.
Não presencio mais palavras destrutivas, pessoas xingando, sendo misóginas, homofóbicas, racistas. Eu saia do league of legends me sentindo mal por esse motivo, você sai do jogo sentindo que as pessoas são um lixo, que tudo é um lixo.
Bom eu tentei ser breve, mas o que eu quero dizer na verdade é: Empresas falam que são a favor de minorias, contra a toxicidade e etc mas isso é um falso ativismo pra ganhar visibilidade em cima de causas legítimas, se uma empresa da respaldo a toxicidade, ao racismo e a misoginia não agindo, não banindo esses jogadores, então de nada vale o ativismo, é algo completamente falso, só pra lucrar em cima. É muito fácil levantar bandeiras, quando a realidade é outra e esse pessoal é protegido por um sistema de report que não funciona, ou que funciona somente em casos extremos.
submitted by DepressiveType to desabafos [link] [comments]


2020.07.11 12:05 Tistecomsono Eu sou babaca por terminar com meu noivo depressivo?

Olá luba, convidado, papelões, gatos e todos os animais, plantas e seres humanos desse planeta.
Eu sou babaca por terminar com meu noivo depressivo? Eu sou mulher (25), meu ex noivo (28), temos um filho (4)
Pra contexto: Eu nunca tive uma relação boa com meus pais, entrei num relacionamento com meu ex noivo 6 anos atrás e ele me dava muito apoio emocional, eu estava num quadro de depressão forte e ele me deu ânimo pra procurar um profissional e me tratar. Com um ano de namoro nós resolvemos morar juntos e meus pais mudaram da água do esgoto pro vinho, me tratando com amor e carinho e um respeito que nunca imaginei que tivessem por mim, pouco tempo após ir morar com ele eu descobri que estava grávida e minha relação com meus pais só melhorou. Corta pro início do ano passado: Eu tinha acabado de me formar em cinema e estava realizada, poucos dias após a minha formatura minha mãe teve uma parada cardíaca e faleceu, deixando pra mim a loja dela de informática. Eu nunca tinha tocado uma loja e estava me preparando pra entrar como ajudante de produção na globo, minha vida virou de cabeça pra baixo e eu larguei tudo pra não deixar o negócio da minha mãe morrer, meu irmão mais novo (15) ficava na loja comigo fora do horário de aula me ajudando a dar conta de todo o trabalho que se acumulou no meu período de luto e nisso eu passei a ficar muito tempo com meu pai e meu irmão, que moram do lado da loja e longe de mim, até troquei a creche do meu filho nesse período. Eu saia de casa 7 da manhã e voltava 8 da noite, meu noivo estava sempre deitado no sofá com a roupa do trabalho ainda e jogando no celular, a louça na pia, a casa um caos e nem um ovo pra comer ele tinha fritado, e lá vai eu arrumar a casa e fazer comida pra gente jantar e ele levar pro trabalho. Eu nunca tinha passado tanto tempo longe de casa, fui criada do jeito antigo e sempre achei que fosse o certo a mulher dar conta dos filhos e da casa, mas eu já estava no meu limite. Chamei meu noivo pra conversar diversas vezes e ele me dizia que como ele trabalhava de pé e eu sentada, ele tinha mais motivos pra descansar que eu, sendo que ele chegava em casa 4 da tarde. Alguns meses depois disso, eu já estava com asco do meu noivo, eu só mantive relações com ele porque essa era briga que eu não estava pronta pra ter. Eu meados de agosto eu tive uma crise de pressão alta e fui parar no hospital, fiz uma bateria de exames e descobri que estava hipertensa, pré-diabética e grávida, mais especificamente grávida de 4 meses de gêmeas. Elas nasceram prematuras no final de novembro, eu fiquei um mês com elas no hospital e meu irmão junto com meu pai (que não entende nada de computador) tocaram a loja por mim. Em fevereiro meu noivo foi demitido, ele entrou numa depressão forte e não queria sair da cama, insisti que ele fosse se consultar com um especialista, mas ele não quis e logo após meu estado fechou por causa da quarentena, eu entrei em desespero porque não tinha um centavo no bolso, com três crianças e um homem que não levantava da cama pra cuidar. Consegui manter a loja funcionando o suficiente pra viver e pagar meu irmão (que ajudava com as contas da casa dele), trabalhando em casa eu vi meu noivo melhorar, não fazia nada ainda, mas pelo menos pegava as meninas quando elas começavam a chorar e isso ajudava o suficiente pra eu não surtar. Há duas semanas eu precisei reabrir a loja, trouxe as meninas e meu filho pra ficar com meu pai e irmão e estou pagando eles pra isso, assim consegui mantê-los em casa e a salvo enquanto eu tomo todos os cuidados possíveis na loja já que eu infelizmente não posso mais me manter com a loja online. Meu noivo piorou, disse que por causa da depressão não pode cuidar das crianças sozinho, nem se alimentar sozinho, nem levantar da cama sozinho. Ele passa o dia no celular jogando e mexendo no facebook, e nossa última briga foi porque ele queria ter relações comigo e eu não quis e ele saiu pra beber e voltou alterado, achei até que fosse me agredir. Dois dias atrás eu terminei com ele e todos os nossos amigos, incluindo pessoas da minha família estão recebendo mensagens dele e estão me culpando pela depressão dele. Eu não quero voltar, acho que já não o amo mais o suficiente pra ter uma relação, estou morando numa casinha alugada ao lado da loja, meus filhos tem quartos pra eles e sinto até que nossa vida melhorou. Eu sou babaca por ter deixado ele desse jeito e não querer voltar?
submitted by Tistecomsono to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.10 20:49 gu5t4v0_1 Eu e minha profunda carência

Olá, tenho 18 anos e queria por algo pra fora, é sobre o fato de eu me sentir sozinho pra caralho muito frequentemente, e sei, eu era uma cara totalmente alheio a isso uns anos atrás, hoje tenho 2 apps de encontro no celular e só quero alguém pra conversar e me sentir confortável, comecei a me sentir assim tem uns 2 anos, foi mais ou menos quando consegui minha primeira namorada, antes disso, eu era só um garoto meio carente e que gostava de chamar atenção de formas bem inconvenientes, eu me julguei muito por causa disso por um tempo, mas no final não importa muito, eu era bem imaturo aos 13/15 anos como qualquer outra pessoas, e o fato de até os 12 anos eu não ter amigos na escola ou fora dela, sempre arrumar confusão, ser desgostado pelos professores e os pais não ajudou muito, mas foi uma época de muito aprendizado pra mim, pois foram meus primeiros amigos e minha primeira paixão, que apesar de ter dado mais errado do que certo, me ajudou a ser quem eu sou hoje, voltando ao foco da história com 16 anos eu já me sentia sozinho, nunca tinha sido correspondido na vida, e minha primeira namorada naquela época foi o que eu tive de mais confuso, eu a pedi em namoro um dia depois de sair com ela, ficamos juntos por um mês e eu não aguentei mais a pressão de estar ao lado de alguém e de ter responsabilidade emocional com essa pessoa, pedi pra terminar, ela odiou mas acontece, uns dias depois ela veio me pedir, por meio da amiga dela, pra ficar comigo de novo, só por ficar, de inicio eu recusei mas depois eu aceitei, e não demorou muito até que esse tipo de relação puramente carnal me parecesse insuficiente, depois em um momento de fragilidade emocional eu a pedi em namoro outra vez, dois meses e meio depois, a mesma coisa, dessa vez nos não nos falamos mais, e tem sido quase assim o tempo todo com meus relacionamentos, não consigo me aproximar direito de mulheres porque desde os 12 anos nunca consegui e quando consigo a pressão emocional é enorme e não consigo lidar, acabo tentando suprir minha carência usando os sentimentos de outras garotas e depois, termino como um babaca que as usou, eu não discordo, mas porra, eu quero tentar ter uma conexão com alguém, por que é tão complexo? Eu me sinto um completo fracasso por conta disso, quando sinto q tá chegando nesse ponto com uma garota, sempre tento suprir a falta de sentimento com sexo ou alguma outra coisa, mas é tudo sempre vazio, é sempre uma experiência insensível, e isso me sufoca ainda mais, há pouco mais de um mês conheci uma garota, conversávamos bem, mas um certo dia ela falou que estava apaixonada por mim, e me minha cabeça voltou no tempo, voltou pros meus relacionamentos antigos, onde eu só servia pra usar quem me dava valor e depois descartar, como fiz desde a minha primeira namorada, e poucos dias depois eu cortei relação com ela, eu não quero viver assim, quero arrumar alguém pra conversar, quero alguém pra falar coisas mais íntimas do que as que eu falo aos meus amigos, mas toda vez que eu tento, eu acabo decepcionando a pessoa.
submitted by gu5t4v0_1 to desabafos [link] [comments]


2020.07.10 07:04 NoAerie513 Eu tenho uma namorada no quarto

Eu tenho uma namorada no quarto.
Minha namorada existe no quarto em que a gente dorme, onde nos nós amamos, onde nos beijamos, onde nos declaramos, onde dormimos juntas, onde não há ninguém para nós separarmos, onde ela não tem vergonha de mim, onde ela me ama incondicionalmente…
Minha namorada não existe na rua, minha namorada não pega na minha mão em público, minha namorada não me beija em público, minha namorada não me abraça em público, minha namora não me apresenta para suas amigas, minha namorada é solteira nas entrevistas de emprego, na rua eu sou a amiga da minha namorada!
O pior de tudo é que faz dois anos que ela é minha namorada, mas nem sempre foi assim!
Nós conhecemos há dois anos e nós assumimos juntas para nossas famílias, e fomos morar em juntas de imediato, porém em cidades distantes das duas famílias, era só eu e ela, mais ninguém.
Íamos para o trabalho juntas, sempre de mãos dadas, na volta para casa abraçadas como namoradas, tinha amor por onde a gente passava, não havia medo de alguém olhar e ela se sentir envergonhada, não havia receio de alguém falar algo e julga-la.
Eu era feliz e não sabia, eu tinha uma namorada que me tratava como uma. Eu era a namorada dela, na rua!
Você deve estar se perguntando… nas redes sociais? E a resposta é simples. Eu não tenho namorada no Facebook, Instagram e muito menos no whatsapp dela!
Meu sonho sempre foi abrir uma página e ver nossas fotos e textinhos de declarações ou pelo menos um eu te amo.
Isso nunca aconteceu, não da parte dela.
Eu como boba que sou sempre faço, mas não marco ela, pois a única vez que fiz isso ela excluiu a marcação, e ainda jurou que não havia excluído. Eu vi pelo reflexo de seus olhos em minha frente ela se desmarcando.
Em seu relacionamento antigo e hétero por sinal, seu (face) era um book de casal, suas fotos de perfis eram exatamente iguais, e com beijo estampado. No primeiro ano de namoro teve camisetas combinando, escrito “um ano, juntos”.
Ela tinha um namorado na rua, ele buscava ela na escola, ele beijava ela em público, eles eram namorados.
Já me desabafei com ela, mas ela diz não saber o que acontece com sigo. Ela se sente afastada de Deus por que está comigo, diz não agrada ele, e já terminamos por isso! Reatamos no dia seguinte, pois ela diz não saber viver sem mim, e eu sinto o mesmo.
O amor é cego ele nos faz de boba, e às vezes ficamos sem chão.
Como posso ficar com uma pessoa que não me assume para a sociedade? A resposta é. Eu amo ela, jamais amei alguém como ela, eu faço de tudo por ela.
Mas minha namorada só é minha namorada no quarto!
submitted by NoAerie513 to desabafos [link] [comments]


2020.07.07 22:19 tinymngi eu sou babaca por ter, aparentemente, "usado" meus problemas para chamar atenção?

oi lubinha, gatinhas, turma e editores que estão aqui comigo! primeiramente, podem usar o masculino comigo e me chamarem de hoshi/ethan.
eu tinha um namoro virtual e durou sete meses se não me engano, eu amava ele e puts certeza que ele me amava também. sim, isso é necessário para entender a trama. achava que ele era o amor da minha vida e por muito tempo tive essa confirmação já que realmente nos amávamos! morria de medo de terminarmos algum dia por conta da minha baixa autoestima, não achava que conseguiria namorar alguém algum dia pois não me sentia digno de receber amor, o que é bem desconfortável... mas acabamos terminando, não estava dando certo e eu só precisava que ele fosse feliz, comigo ou sem.
após isso, desabafei com minha melhor amiga, comecei a superar. tudo certo, até eu dar unf nela porque me sentia mal com as publicações, apenas isso. ela começou a postar coisas desconfortáveis e achei que eram pra mim, tive crises de ansiedade e essas bucetas tudo. o que não me deixava realmente mal era ter duas pessoas comigo, minha ex crush e minha ex melhor amiga sem ser a do unf (clown face)
eu e a crush assumimos namoro, ninguém aplaudiu pq não dava certo e a gente terminou 1 semana depois. ela ainda gostava de mim, eu acho, mas EU não conseguiria ter algo por conta do término recente e etc. a minha ex crush e a amiga do unf começaram a conversar e os status >>>>pareciam<<<< ser indiretas pra mim. elas ficaram bem próximas bla bla bla, eu conheci três pessoas incríveis e nós criamos um grupo por conta de um rpg.
entre essas três, uma fazia couple comigo no rp e era extremamente atenciosa, obrigado por ser incrível tá? eu sentia um carinho enorme por ela e no dia dos namorados a gente falou "ah vamos namorar". tudo certo, era só pra passar o dia dos namorados hahaha brincadeirinha. mas a brincadeirinha rendeu e foi sério kkk...
desde então a minha ex melhor amiga, não a do unf, começou a agir estranho e jurar que eu tava deixando ela de lado pq tinha novas amigas, mesmo eu sempre dizendo que ela era importante demais e ninguém nunca ocuparia esse lugar. após alguns dias comecei a receber mensagens de pessoas que conheciam essa minha amiga, as mensagens pediam para eu parar de falar com ela porque eu a fazia mal. mais uma vez, por conta da minha baixa autoestima sempre vou preferir a pessoa longe de mim mas feliz.
aí em certa noite, fui procurar uma música em japonês que minha ex usava em edits no perfil dela aqui no tt e vi um vídeo que ela fez com prints da nossa conversa. foi quando tentei coisas e falei com ela, eu realmente errei nisso e me arrependo, ela tinha perdido o avô e se sentia mal nesses assunto, só consegui pensar em mim naquele momento... de verdade fui escroto e me arrependo.
eu comecei a passar mal com o vídeo e mandei ele para as minhas amigas que pediram para eu ir conversar com ela e pedir para que apagasse. mas ela não apagou, fez um exposed falando que usei depressão pra chamar atenção sendo que só de escrever essa palavra eu começo a tremer e soar frio. minha ex ainda disse que eu preciso namorar para ficar feliz ou algo do tipo, também disse que usei ela pra superar o antigo relacionamento com o garoto.
então, sou o babaca?
submitted by tinymngi to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.05 15:53 SoVimObservar ESTOU ERRADO DE MANDAR MEU MELHOR AMIGO SE AFASTAR DE MIM?

(terceira tentativa de postar, na esperança de não ser removido como spam)
Hola Turma, chat, papelões, gatas, editores, convidado, Snorlax... E oi pra vc tbm Luba 🤭
Vamos lá...
Entaoo, eu sou um garoto gay assumido desde meus 13/14 anos (atualmente com 19), eu tive certeza da minha sexualidade quando eu comecei a olhar meu melhor amigo (esse ano faz 13 anos de amizade ou ao menos deveria)o
Bom, a nossa história começa nessa época, entre 2014, então senta Luba, que vai ser longo...
Quando eu tinha 14 anos eu contei para o meu melhor amigo (nesse caso chamaremos ele de Fudêncio) que eu gostava dele, que acreditava que o que eu estava sentindo por ele, era um pouco mais que amizade, eu ainda não tinha contado que era gay pra ninguém, ele foi a primeira a pessoa, então decidi matar dois coelhos com uma cajadada só, contei que gostava dele e automaticamente contei que era gay! Quando eu contei, tinha noção que eu poderia estar colocando nossa amizade em risco (esse é um dos maiores medos não é?), Mas bem diferente do que pensei, ele foi extremamente compreensível, ele disse que não sentia o mesmo que eu e que ele não era gay (tá guardando as informações né?), disse que apesar dos meus sentimentos ele não mudaria comigo pq nossa amizade era mais importante e que ele me amava como amigo!
Bom, aceitei esse fato com muita dor, aliás apesar de muito novo, hj eu tenho noção de eu sentia amor por ele! O tempo foi passando, nossa amizade foi ficando cada vez mais forte e Clara, estávamos crescendo e amadurecendo, mas eu não tinha superado meu sentimento por ele e era difícil pq fazíamos tudo juntos, vivíamos juntos, era escola de manhã e curso de tarde (fazendo as mesmas coisas) e de noite um sempre ia pra casa do outro! Nós realmente nos conhecíamos melhor que qualquer outra pessoa..
Quando tínhamos 16, todo mundo sabia que eu era gay e eu me orgulhava disso, não tinha medo de ser quem eu era e o Fudêncio sempre esteve do meu lado, mas foi nessa época que o Fudêncio começou um namoro (Claramente nada saudável), como eu disse ninguém conhecia ele melhor que eu! Eu via que essa relação estava mechendo com o psicológico dele, ele não era mais o mesmo e alguma coisa o incomodava, não precisava muito pra saber que ele não estava nenhum pouco feliz, mas ele sempre negava pra mim e pra todos, ele estava escondendo algo de mim e achava (hj tenho certeza) que estava escondendo algo dele mesmo!
Sei que nessa história ele acabou de afastando de todos, inclusive de mim e nunca tinha me sentido tão traído e de coração partido, eu amava ele e era completamente apaixonado por ele, foi um desgaste emocional e psicológico bem grande pra mim ter que superar isso nessa situação... No final dos meus 17, nós nos reencontramos em uma festa, eu sempre fui meio "popular", todo mundo me conhecia e eu puta como era aproveitava da situação pra dar uns beijos! Quando já tava quase 01h da manhã ele chegou nessa festa e meu pai, que garoto lindo, estiloso como sempre e gato como nunca! Bom, nosso ciclo de amizade era o mesmo, então nessa festa era meio que impossível evitar contato com ele! A madrugada foi passando, a gente foi conversando e eu percebi que amizade ainda era a mesma, ele tinha terminado, senti que ele tava muito mais feliz, o olho dele brilhava e era uma outra pessoa depois do término do namoro! Reconheci ali por quem me apaixonei...
Bom, teoricamente tudo tinha voltado ao normal, tinha acabado de recuperar a nossa amizade... eu ainda tava apaixonado por ele, mas acontece... Quando fizemos 18 o Fudêncio recebeu uma proposta de trabalho muito importante pra ele (não vou bem dizer o que é, tenho amigos que são seu público e esse sentimento por ele sempre foi um segredo nosso e o trabalho é bem específico), mas ele tinha que viajar, pra outras cidades, cada hora um lugar diferente, quando ele foi prometeu que manteria contato e que nada ia mudar (mesmo promessa de 14 anos) e ele ainda sabia do meu sentimento por ele eu não escondia dele, mas ele ainda dizia que era hetero, quem sou eu pra dizer o contrário né!?
Ele viajou, começou a trabalhar, nossas conversas ficavam cada vez mais curtas, cada vez menos tempo para mim... Foi quando eu comecei a seguir minha vida (demorou né? 😒)... Eu sempre fui pessoa de andar em festas e foi em uma dessas festas que eu conheci um garoto lindo, divertido, atencioso (mais novo que eu, mas não vem ao caso) Foi a primeira vez que eu me esqueci do Fudêncio, que a falta dele não me afetou em nada, esse garoto (hoje meu namorado) é uma das pessoas mais importantes pra mim agora, ele me ajudou a me entender, a me amar e a se importar comigo mesmo em primeiro lugar...
É aqui que história fica mais interessante e o título tem mais sentido....
Faz meses que o Fudêncio simplesmente se auto eliminou da minha vida, faz um mais de um ano que conheço meu namorado e vai fazer um ano que não tenho notícia do Fudêncio, pelo menos até semana passada... Esses dias ele (Fudêncio) apareceu na minha casa, nem sabia que ele tinha voltado pra SP.. ele veio na minha casa e como meus pais já o conhecia a anooos, deixaram ele entrar, ele foi até o meu quarto, pois ele já conhecia tudo ali, eu me assustei em primeiro momento, mas quando ele começou a falar foi me subindo um ódio tão grande!!! Poxa, ele simplesmente sumiu da minha vida e volta como se nada tivesse acontecido falando as coisas que ele tava falando, quer saber o que era?
"Desculpa, sei que sumi por muito tempo, mas precisei pra entender o que eu tava sentindo" "Acho que eu te amo" "Sempre te amei desde quando você me contou que gostava de mim com 14" "Sei que demorou muito pra mim assumir isso, mas eu te amo e te quero como meu namorado" "Somos melhores amigos, podemos ser ótimos namorados"
E um monte de coisa desse tipo, eu realmente não podia ficar mais revoltado com isso, minha vontade de chorar era enorme, mas a de meter o socão na boca dele era maior...
Mas foi nesse momento que eu percebi e tive certeza...
Eu não sentia mais nada por ele, conheci alguém que me amava e gostava de mim desde de o começo, alguém que eu aprendi a amar e respeitar, meu namorado é muito bom pra mim e não podia deixar o Fudêncio simplesmente aparecer do nada e jogar essa bomba querendo que eu largasse tudo pra ir viver um amor antigo que eu nem sabia se era verdadeiro...
O resultado: Pedi pra que ele se afastasse de mim, ele já tinha me abandonado antes, podia fazer isso dnv, eu estava triste e chateado, mas preciso priorizar minha felicidade e com alguém que eu sei que vai estar comigo, o Fudêncio ficou mal, mas ele só tá sentindo agora o que eu senti por anos, eu me sinto mal por ele estar assim, mas preciso pensar em mim..
Estou completando 9meses de namoro e acredito que encerrando 13 anos de amizade, mas tudo se resolve no final...
Bom é isso gente, um beijão Luba, se tiverem dúvidas em algumas coisas eu esclareço pra vcs!! Beijãooooo
submitted by SoVimObservar to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.01 21:02 Dany_Tai Sou eu de novo hehehe "você não devia ser amiga dela" (seu eu aparecer no vídeo tampa meu nome Matheus kkkkk)

Eae galera, tudo bom?
Olá Luba (de 2016, F no chat para a barba), gatas, papelões falecidos e sobreviventes, improvável convidado (Eeeiiii), turma (oi casada?), e todo o resto.
Bem dessa vez, eu queria saber se eu sou a babaca (Sim de novo) e tbm o que devo fazer, vamos lá.
Bom, em meados de 2018 eu conheci uma amiga minha, sim, aquela que meus pais não gostam (nessa época eu já conversava com meu atual namorado, talvez seja uma informação importante).
Ela se tornou minha melhor amiga (vamos chamá-la de Carls), pois eu a conheci no final de um relacionamento, de amizade (aquela historia da minha mãe que humilhou elas, isso foi no final de 2017, mas foi uma ocasião bem doída pra mim) e de um antigo namoro.
Ainda em 2018 eu conversei com ela e disse que eu mudaria de turno (no caso eu estudava de manhã e mudei para a tarde), então recebi a notícia de que ela iria embora e eu fiquei arrasada. Desde essa época meu atual namorado já dizia que gostava de mim (insistiu tanto que deu certo kkk), ele era meu melhor amigo, e quando comecei a estudar de tarde essa amizade ficou bem mais forte.
2019 chegou e fui estudar a tarde, eu sempre mantia contato com ela, sempre nos falávamos é tava tudo bem, até eu fazer amizade com outros pessoas e iniciar meu namoro, Carls começou com uma história estranha de que eu a estava trocando, o que não é vdd, afinal eu a amo, mas nossa amizade ainda corria bem.
Neste ano, eu mudei de escola, estudava cerca de 8 horas por dia, levava uma hora pra ir pra escola (pq é em outra cidade) e uma hora pra voltar pra casa. Tenho que estudar pra 15 matérias, conciliar estudos, namorado, amigos, irmãos, pais e religião (quem leu minha outra história sabe kk), ela acho que ela não entendia isso muito bem, e começou a brigar comigo constantemente, pedindo por atenção quase o tempo todo.
Um dia, durante uma aula, ela me mandou msg, nesse dia brigamos, e dissemos coisas que não queríamos. Tive uma crise de ansiedade em decorrência disso... quase tive que ir pra casa, mas meus amigos me ajudaram, me animaram (Meu namorado foi quem mais me ajudou❤ficou do meu lado o tempo todo). Eu a bloquiei em todas as redes sociais, eu estava tão magoada que não suportava a ideia de ver uma notificação de msg dela.
Meses se passaram, estava tudo "bem". Até eu receber uma msg dela, ela me pediu desculpa e eu tbm me desculpei com ela, afinal eu errei tanto quanto ela. O meu namorado odiou essa ideia, eu disse que daria uma segunda chance pra ela, eu não a odiava, só estava magoada, mas parece que ele não quer entender. Eles dois são que nem gato e cachorro, mas eu os amo, apesar de que minha amiga não gostar quando eu comecei a namorar, ou ele não suportar a ideia de ser amiga dela de novo, pq ela me magoou.
É basicamente isso... Eu meio que não sei o que fazer, eu não quero perder nenhum deles na minha vida, os dois são muito importantes pra mim...
Se vcs (Espero que alguém veja essa história kk) não entenderem alguma coisa, estarei a disposição pra esclarecer
Beijinhos pra vcs, se cuidem.❤
Link do meu outro post (acho que vai servir pra entender mais um pouco): https://www.reddit.com/TurmaFeira/comments/hfjleg/sou_babaca_por_querer_sair_de_casa_e_não_suporta?utm_medium=android_app&utm_source=share
submitted by Dany_Tai to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.26 00:06 Worac_ Eu sou um nice guy? Eu estava certo, ou sou apenas alguém que não aceita rejeição?

Então, antes de tudo queria dizer que hoje eu namoro, mas eu estava mexendo no meu celular antigo e achei essa menina, então lembrei dessa situação, embora isso seja algo que aconteceu há 2 anos, eu gostaria de saber a opinião de vocês sobre o que eu fiz, até mesmo para tentar me melhorar.
Conheci uma menina no Tinder, eu nunca fui muito crente com relação à esse app, as meninas que geralmente eu conheço por lá não são meu estilo, porém com essa menina eu senti que realmente ela poderia ser a menina que eu procurei por tanto tempo. A nossa conversa no Tinder foi realmente muito legal, ela era uma pessoa muito agradável. Como eu sou bem cuidadoso, ficamos conversando por Tinder uns 7 dias até irmos pro whatsapp. Eu estava realmente muito feliz, e por incrível que pareça eu acho que gostei dela, ou não sei, fui muito ingênuo em pensar que poderia gostar de alguém em apenas 7 dias.
A questão é que: O tempo foi passando e eu notei que ela mudou comigo, tinha momentos em que ela me deixava até mesmo no vácuo, e nunca me deu uma explicação do real motivo. O tempo foi passando e eu idiota continuava puxando papo ás vezes, e ela agia fria comigo. Quando eu chamei ela pra sair, ela disse que não podia porque iria viajar, e quando eu disse " tudo bem então, talvez quando você voltar a gente possa marcar!" , e ela não respondeu. Eu me senti um idiota, eu entendo que nós nem namorávamos, mas eu sinto que ela poderia ao menos falar comigo "cara, não vai rolar, não deu certo" , " conheci alguém.." , acho que me sentiria melhor em saber o porquê ela estava agindo assim comigo. Então, quando eu estava realmente chateado, eu disse " eu estou te bloqueando do whatsapp, não me sinto confortável em ser seu amigo também, você anda estranha comigo e não me fala o motivo, eu me sinto um idiota te mandando mensagem e você ignorando ou respondendo secamente, eu tenho sentimentos também, poderia até dizer se eu falei algo errado pra você e você não curtiu, mas não me trate dessa forma sem me explicar o porquê." E então eu bloqueei ela, sem dar direito de resposta. E então, sou um nice guy???
submitted by Worac_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.25 08:59 claral3ddy Nós só temos 10 ANOS!

Olá turma, editores, papelões, e luba. Bom essa minha história, é o seguinte, lá pra 2019 eu tinha um amigo que gostava muito de mim, então, na escola ele vivia pegando na minha mão e etc.
Daí, eu dei meu número de Whatsapp pra ele, eu infelizmente não tenho fotos, pois as conversas estavam no meu celular antigo, porém, eu ainda lembro das falas, minha e dele. Obs: não vou dizer o nome dele*
Carls: oi Clara Eu: oi, tudo bem? Carls: Sim.
Isso foi no começo quando a gente começou a se falar, aí ele começou:
Carls: te amo Eu: tbm te amo, como amigo.
ok eu me senti meio babaca por ter falado isso
Conversa vai, conversa vem, e veio o pedido de namoro dele:
Carls: Clara vc aceita namorar comigo? Eu: mas, nos dois só temos 10 anos, Carls.
Isso se repetiu diversas vezes até eu perder um pouco minha paciência:
Carls: Clara vc aceita namorar comigo? Aceita por favor. Eu: CARLS NÓS TEMOS 10 ANOS! Carls: eu sei mas, oq q tem? Eu: Carls, 10 anos de idade!
Então minha mãe acabou lendo as nossas conversas, e brigou comigo, então sempre que ele vinha falar comigo, eu inventava uma desculpa, como por exemplo: Eu vou tomar banho Eu vou almoçar Eu vou sair, entre várias outras desculpas
Ele descobriu meu Instagram e começou a falar comigo por lá, eu respondia de boa até começar tudo de novo!
E hoje nos dois se falamos de boa, ele não fala mais isso, e eu não sinto mais, tanto ódio dele.
Bem, foi isso Luba, e tchau!!
submitted by claral3ddy to TurmaFeira [link] [comments]


Namoro ANTIGO x MODERNO  Parte 2 COMEÇO DE NAMORO x NAMORO ANTIGO - YouTube Namoro antigo. - YouTube Grupo Ricordi - NAMORO ANTIGO Um MÊS DE NAMORO Vs. Um ANO DE NAMORO *veja o quanto muda ... DUBLAGEM - Início de namoro x namoro antigo (meme de ... INÍCIO DE NAMORO VS NAMORO ANTIGO! - KIDS FUN - YouTube Namoro ANTIGO x MODERNO  Parte 1

Amor Antigo - Pensador

  1. Namoro ANTIGO x MODERNO Parte 2
  2. COMEÇO DE NAMORO x NAMORO ANTIGO - YouTube
  3. Namoro antigo. - YouTube
  4. Grupo Ricordi - NAMORO ANTIGO
  5. Um MÊS DE NAMORO Vs. Um ANO DE NAMORO *veja o quanto muda ...
  6. DUBLAGEM - Início de namoro x namoro antigo (meme de ...
  7. INÍCIO DE NAMORO VS NAMORO ANTIGO! - KIDS FUN - YouTube
  8. Namoro ANTIGO x MODERNO Parte 1

Meu canal de vlog (comédia): Belmiro TV Insta: @patrickbelmiro Face: Patrick Belmiro Contato: [email protected] Música: NAMORO ANTIGO Grupo Ricordi Composição: Ivo Gasparin Flores da Cunha RS Brasil. INÍCIO DE NAMORO VS NAMORO ANTIGO! - KIDS FUN - Duration: 6:15. Kids Fun Recommended for you. 6:15. 5 Keys To Identifying Your SoulMate - Touré Roberts - Duration: 1:13:28. E aí galera do Kids Fun, esse é mais um vídeo da série versus, e dessa vez é INÍCIO DE NAMORO VS NAMORO ANTIGO espero que gostem e se divirtam! Não esqueçam ... Namoro antigo vs namoro atual, gente tem muita diferença,Não é mas igual. Clique aqui para participar da 3ª Semana do Namoro Católico: http://bit.ly/Quero-Participar-Semana-do-Namoro-Catolico Conheça também o nosso Portal Amor Autê... Mostrando as diferenças de um começo de namoro e um namoro já antigo. »Meu canal de memes: Belmiro Memes »Insta: @patrickbelmiro »Face: Patrick Belmiro »Cont... Eu duvido você não se vê nesse vídeo!! SE INSCREVA NO CANAL Compre: A CULPA NÃO É SUA 👉🏻 ASSINADO! ️ https://lojafabiolamelo.com.br/ #Diadosnamorados #Fabio...